Fundador do site WikiLeaks, tem passaporte retido pela polícia australiana


Criado em 2006 por Julian Assage, o site WikiLeaks é mantido por voluntários anónimos. O grupo já divulgou informações sobre corrupção no Quénia, planos da Otan para a guerra no Afeganistão, entre outros documentos sigilosos. No mês passado, ganhou ainda mais notoriedade ao divulgar um vídeo que mostra um ataque de helicópteros Apache que deixou 12 mortos em 2007 em Bagdá, entre eles dois funcionários da agência Reuters.

Ler mais Aqui

Anúncios

Vídeo mostra os “bons” a matar dois jornalistas da Reuters


Um vídeo publicado na internet, questiona a versão oficial do exército dos Estados Unidos acerca da morte do fotógrafo de guerra Namir Noor-Eldeen e do motorista-assistente, Saeed Chmagh, ambos funcionários da agência Reuters, o ataque ocorreu na manha do dia 12 de Junho de 2007.

A Organização Wikileaks, disponibilizou o vídeo que mostra o momento exacto da morte destes jornalistas e de mais 12 civis, nas ruas de um bairro da Nova Bagdad.

Podem assistir ao momento de glória desses filhos de uma grande P*** depois de terem assassinado um grupo de pessoas cuja única arma que tinham era uma máquina fotográfica, esta é a democracia americana. No interior do do carro metralhado, encontrava-se duas crianças… provavelmente armadas com biberões e chupetas de longo alcançe.

No dia seguinte ao ataque, o Exército americano explicava a morte dos funcionários da agência como parte de um confronto entre suas tropas e insurgentes. Mas no vídeo é possível ver um dos militares a pedir autorização para disparar e outro responde que um dos homens está a disparar contra o helicóptero, o que não é visível nas imagens onde apenas se vê os homens a falar entre si.

A agência Reuters exigiu sem sucesso uma investigação das circunstâncias e a obtenção do material audiovisual no âmbito da Lei de Liberdade de Imprensa.