Pois! até ele sabia…


“Não tenho talento para Primeiro-ministro” José Sócrates numa entrevista ao DN a 16 de Setembro de 2000
Até ele sabe, menos o povo português que lhe continua a dar o seu voto.

"Não tenho talento para Primeiro-ministro" José Sócrates numa entrevista ao DN a 16 de Setembro de 2000

São as vicissitudes da vida, temos aquilo que merecemos.

A tolerância do PS


48 horas na vida do eng. Sócrates


Ainda o caso Freeport


Via Vida Breve 

Se o caso não fosse preocupante, até que dava para rir.

Charles Smith chama corrupto a Sócrates


Revisão Constitucional, o protagonismo Social-democrata


Muda-se a constituição mas mantêm-se a podridão, esta é a proposta de Passos Coelho para a revisão constitucional apresentada pelo PSD.
Devaneio, loucura, libertinagem política… Sintomas de um sistema caduco e obsoleto, um atentado à Pátria ao homem e à família, como se a cura deste país miserável e bafiento, passa-se pelos moldes apresentados da revisão constitucional.

PSD procura redacção mais “soft” sobre os despedimentos

Meus caros amigos, os portugueses são os timoneiros da nação, juntos somos uma força inigualável e temida, cabe-nos a nós mudar o rumo, antes que a podridão acabe por nos contagiar a todos. Se é certo que o Sócrates é primeiro-ministro, Passos Coelho, sonha em o ser, dois cómicos que nos brindam diariamente com mais miséria e desemprego, mas isso não deveria causar qualquer espécie de urticária, tão habituados que estamos aos devaneios políticos destes energúmenos.

Conceder ao Presidente da República o poder constitucional de dissolver o governo, mantendo intacto o Parlamento sem ter a necessidade de fazer eleições, só mesmo de uma mentalidade mentecapta e com ideias pré-formatadas, provavelmente ainda nos irá surpreender muito ao género de David Copperfield.
O desígnio nacional à muito que se tornou numa realidade cheia “fedi veres” mas muito mortífera, consumindo aos poucos o que resta de um povo, que em outra hora, aclamava por um Portugal uno e patriótico.

Lembram-se?



Agora Portugal vai ter um rumo… um rumo voltado para a desgraça e miséria!