SIMPLEX


Empresários querem despedimentos na hora.

Nem mais, comecemos pelo governo.

Anúncios

O PEC em imagens…


Rumo ao abismo


As projecções da Organização e Desenvolvimento Económico (OCDE) prevêem para Portugal, um agravamento do desemprego para os jovens com menos de 25 anos.

Até ao final do ano, a taxa de desemprego será de 21,1%, ou seja,  dois em cada 10 jovens portugueses, não terão trabalho, devendo manter-se esta situação até 2012, uma vez que “a criação de emprego deverá ficar significativamente para trás em relação à recuperação económica”.

Em 2010 o desemprego em Portugal será de 650 mil


A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) prevê até 2010 uma subida significativa no desemprego em Portugal, que poderá vir a afectar 650 mil pessoas, cerca de 11,7% da população activa, será mais 210 mil desempregados do que os contabilizados no final de 2007.

No relatório apresentado sobre as perspectivas de emprego, a OCDE prevê para o último trimestre de 2010, uma subida de 47,9% no número de desempregados, face ao igual período de 2007.

O número de desempregados no passado mês de Junho, situava-se nos 524 mil, mais de 84 mil desempregados do que no quarto trimestre de 2007)

Despedimentos na TAP


Para a maioria dos gestores, a requalificação ou reconversão de uma empresa tem que obrigatoriamente passar pelo despedimento, a esta conclusão chegou também o Presidente da TAP, Fernando Pinto. Em declarações prestadas a um grupo de jornalistas, Fernando Pinto, deixou no ar a hipótese de vir a recorrer a despedimentos, caso a companhia não consiga aumentar as receitas através de novas rotas.

Com gestores destes, não vamos longe…