Nacionalismo


“É possível que o meu Nacionalismo seja exagerado. Mas com esse pecado morrerei e sem contrição. Porque fui sempre e sou incapaz de me fazer com inimigos da minha Pátria. Que os do Nacionalismo temperado, os do Nacionalismo pesado, medido, contado e neutro entrem em combinações, arranjos e traquibérnias; eu, não. A minha Pátria acima de todas, e acima de tudo.”

 Alfredo Pimenta em “A Nação” 03-01-1948

Primeiro postal – A Voz Nacional


“A tolerância é filha do cepticismo. Quem não se bate por uma ideia é que não crê nela; quem não age por um sentimento, é porque não sente a acção deste. Crer que se possui a Verdade implica necessariamente a repugnância formal por quem a não possui, e a reacção integral e efectiva perante qualquer afronta que se lhe faça.”

Alfredo Pimenta