Incentivo a natalidade proposto por Passos Coelho


Passos Coelho, prepara-se para apresentar um plano de incentivo a natalidade, mas não disse é como.

Depois de alguma investigação, acho que descobri o porquê de tanta preocupação do primeiro-ministro. A saída da crise, passa pela exportação de salsichas de qualidade, mas para que isso aconteça, é preciso que haja cocó de bébes :)

Será este o Incentivo a natalidade proposto por Passos Coelho

Será este o Incentivo a natalidade proposto por Passos Coelho

Anúncios

Evelyn Houard auditoria de cidadão à dívida do Estado


Intervenção de Evelyn Houard Partido Nacional Renovador

Evelyn de Moraes e Castro Houard

Evelyn Houard auditoria de cidadão à dívida do Estado

Intervenção da Dra. Evelyn de Moraes e Castro, com “As perspectivas e desafios do desmantelamento do Estado na era da mundialização: o papel fulcral do cidadão”, onde traçou um cenário em muito semelhante e complementar ao da palestra anterior, propondo, contra este estado calamitoso e contra esta agenda intencional de desmantelamento de Portugal, o papel activo do cidadão.

Evelyn Houard auditoria de cidadão à dívida pública

Evelyn Houard auditoria de cidadão à dívida pública

II Estados Gerais do Partido Nacional Renovador Nesse contexto, explicou a viabilidade de se constituir uma plataforma de cidadãos que exijam uma auditoria às contas do Estado das últimas décadas, a fim de se apurar que parte da dívida externa é legal e que parte é ilegal. A ser levada a cabo tal auditoria, toda a dívida ilegal ficaria automaticamente anulada e os responsáveis seriam julgados e condenados, à semelhança do que aconteceu, por exemplo, na Islândia. O PNR fará desta causa, que exige muita coragem, também uma causa e luta sua.

Angolanos do BIC tomam conta do capital do BPN por 40 milhões de euros


Após o governo socialista ter decidido intervir e assumir toda a divida do BPN, cerca de 2,4 mil milhões de euros, o actual governo liderado por Passos Coelho, procede à sua privatização, limpo de passivos e pronto a laborar e a lucrar no mercado…

No meio desta rocambolesca novela, muita coisa estranha se passou, quer com governo Socialista, quer com o actual governo de coligação PSD/CDS, trazendo sempre prejuízos para o estado e para o povo, que já adivinhava o desfecho desta loucura centrista.

Esta nacionalização e como já foi referido anteriormente, irá obrigar a mais um esforço complementar do estado, na prática, o governo português paga ao BIC para comprar o BPN fazendo a recapitalização do banco na ordem dos 550 milhões de euros, e cumprir assim, as regras da Troika e do Banco de Portugal, para além disso fica com a responsabilidade de pagar as dívidas e as indemnizações aos funcionários que o banco angolano venha a dispensar. O presidente do BIC, Mira Amaral, disse esta segunda-feira à Lusa que o banco angolano vai despedir 830 trabalhadores do BPN, mantendo 750 postos de trabalho dos 1.580 que fazem actualmente parte dos quadros da instituição.

“Com este negócio acabámos por criar 750 postos de trabalho. Foi esse o acordo que fizemos com o Governo”, afirmou Mira Amaral

Indignação e protesto, contra o roubo e a destruição nacional…

Por Portugal e pelos portugueses

PNR SEMPRE

A recessão económica irá manter-se nos próximos nove trimestres


A recessão irá manter-se nos próximos nove trimestres com uma contracção na economia de 4%, enquanto se mantiver este flagelo, o desemprego tenderá a subir. A europa e o mundo continuam a abexigar Portugal, tratado como lixo financeiro pelos agiotas da Moody´s e escarnecido pelos vendilhões deste país.
Agora Passos Coelho quer alemães a controlar a EDP, já para não falar que a China Power está em conversações com o governo para ficar com 2,5%.
No meio disto tudo só nos resta lutar, contra estes bando de ajesuitados, que vivem à custa de um povo em sofrimento.

Moodys


Como é que o mundo ainda continua a dar crédito à Moody’s sabendo de antemão que esta avaliou com um bom rating a empresa Lehman Brothers umas semanas antes de falir, bem como não previram as falências dos bancos islandeses.

Segue a chama…


É preciso definir o sentido das aspirações colectivas, devolvendo o ideal do progresso pátrio. Queremos um Portugal forte, instruído e moralizado, liberto das amarras marxistas que perduram á 37 anos.

Não compreendo que um punhado de inúteis passe a maior parte do tempo a roubar esta pobre nação, desalentada e afogada em dívidas. À que iluminar o caminho, rasgar o nevoeiro que turva o olhar e seguir a chama que à em cada um de nós… Existe uma solução, Partido Nacional Renovador.

Portugal não deve morrer!

Até quando iremos permitir que nos tratem como lixo?

Compagnia dell’Anello – Jan Palach


Fame, morte, schiavitù: il coraggio nasce a volte così
bandiere rosse su una città e in occidente cè solo viltà.
Primavera di libertà, carri armati nelle strade:
il sangue a Praga è sparso al vento, quanto orrore in quel momento.

Quanti fiori sul selciato, quante lacrime avete versato
quante lacrime avete versato per Praga.

Volti grigi senza nome, soldati russi e terrore:
giù le mani dal mio paese, il mio sangue lavi le offese.
Una piazza, strade vuote, solo un uomo e un altare;
sacrificio per lonore, sul rogo un giovane muore.

Quanti fiori sul selciato, quante lacrime avete versato
quante lacrime avete versato per Praga.

E morto sotto i carri armati il futuro che avete sognato,
nella gola vi hanno cacciato le grida di un corpo straziato.

Quanti fiori sul selciato, quante lacrime avete versato
quante lacrime avete versato: Jan Palach, Jan Palach, Jan Palach…