Nacionalistas contra a propaganda homossexual


Outdoors em Timisoara mostra a imagem de um bebé com uma braçadeira onde diz, “homossexual” os nacionalistas de Timisoara, exigem a intervenção das autoridades locais para removerem a imagem que é um ataque á dignidade humana.

Rapper americano 50 cent, goza com catástrofe no Japão


Após o Japão ter sido arrasado por um tremor de terra seguido por um tsunami, este energúmeno decidido explanar toda a diarreia que lhe vai na alma, na rede social Twiter.

“A onda chegará às oito da manhã e aqueles miúdos brancos doidos vão tentar surfá-la”

“Isto é muito sério, tive que evacuar todas as minhas p**** de L.A., Havai e Japão”.

Após várias críticas no Twiter, aquele inqualificável ainda teve a ousadia de arrematar, dizendo:

“Isto é de doidos, mas o que é que se pode fazer. Vamos rezar por aqueles que perderam alguém. Alguns dos meus ‘tweets’ são ignorantes, eu faço-os para chocar as pessoas. Odeiem-me ou adorem-me. De qualquer maneira, eu sou fixe”.

Boas vindas…


  A voz nacional dá as boas vindas a todos os chefes de estado no âmbito da Cimeira da NATO, presenteando todos com um artigo exclusivamente português.

O grande casino europeu


Nem mais


 Aprendam com os políticos suecos, sem assessores, secretárias, motoristas ou mesmo apartamentos de luxo.

Ecos de mudança


O que estes badamecos não entendem é que estão a destruir não só Portugal, mas toda uma Europa, com a atribuição de nacionalidade a estrangeiros que pouco ou nada se enquadram na cultura europeia.

Só em 2008 receberam a nacionalidade portuguesa cerca de 22410 imigrantes, a Eurostat diz que Portugal foi, nesse ano, o segundo país da União Europeia que mais cidadania atribuiu por cada mil residentes estrangeiros, os recordistas foram os suecos, que devem estar a “morrer” de satisfação.

Isto significa o fim da velha Europa?

Antes que seja tarde é preciso despertar consciências e acabar de uma vez por todas com esta diarreia mental, a nacionalidade não se compra nem se conquista é um direito de sangue,” Jus sanguinis”.

Protestos na cidade de Nabi Saleh


Cisjordânia – Jovem palestiniana manifesta-se perante o olhar de um soldado israelita durante uma manifestação na cidade de Nabi Saleh contra a expansão do assentamento Helmic.