Oliveira Salazar, 121º aniversário do seu nascimento

António de Oliveira Salazar  (Santa Comba Dão, 28 de Abril de 1889 — Lisboa, 27 de Julho de 1970)

Anúncios

Uma resposta

  1. Se mais construísses, mais teriam para destruir!
    Se mais amealhasses, mais teriam para roubar!
    Se mais protegesses, mais teriam para humilhar!
    Se mais edificasses, mais teriam para derrubar!
    Se tu pedias para enaltecer a Pátria!
    Estes mandam-nos calar!

    Se tu eras a honra e glória do Minho a Timor, uma só Nação!
    Estes ultrajam, e envergonham Portugal,
    como cadáveres imundos que são!

    Se tu eras a inteligência, estes não têm aptidão!
    Se tu cuidavas do teu povo como braço de produção!
    Estes oferecem o desemprego negando-lhes o pão!
    Se tu inauguravas hospitais!
    Estes mandam-nos fechar, já sem dinheiro,
    porque acima da saúde do povo,
    os seus bolsos vêm primeiro!

    A Nação que construíste já não existe!
    Mataram-na, como tu previste!
    O teu povo parte foi assassinado!
    Pelos escribas do demónio,
    que nunca conheceram um arado!

    Salazar tu foste um Estadista,
    Que Portugal do Minho a Timor,
    e o mundo conheceu,
    Estes nem nós sabemos o são,
    só sabemos que depois de assaltarem a Nação
    já sem mais que roubar, ainda nos roubam o pão!

    A Salazar o Estadista de Portugal!

    Rogéria Gillemans

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: