Em resposta à crise económica na Alemanha


Ministro da Economia do III Reich (1934-1937), consegui-o acabar com o desemprego na Alemanha sem provocar inflação

“Uma diminuição da produção em quase um terço, um alto índice de desemprego que se torna um fenómeno duradouro, uma dívida interna que se expressa diariamente nos números de concordatas, uma dívida externa que impossibilita um pagamento no vencimento, uma moeda que não serve mais para a circulação regular de mercadorias, mas apenas para ocultar a falta de liquidez de nossas instituições financeiras e do sector público, esta é a situação alemã” (Ibid., p. 358). Para a solução da crise, propõe: “O programa a ser executado pelo governo nacional baseia-se em poucos pontos básicos. É o programa de Frederico, o Grande, após a guerra dos sete anos: firmar-se na própria economia, tirar do próprio solo tudo o que é possível tirar e, de resto, restringir-se, economizar e trabalhar durante uma geração. Pedir emprestado e mendigar torna desprezível, torna incapaz de negociar, torna incapaz de aliar-se” (Ibid., p. 359).

Hjalmar Horace Greeley Schacht (Discurso, 11 de Outubro de 1931)

Discursos


“É o Futuro que estimula a energia das nações; mas é o Passado que assegura a sua unidade, que fortalece a sua armadura moral, que neles mantém o sentimento profundo da própria personalidade. Ao celebrar a unidade geográfica e política da Nação, que se completou aqui há quais setecentos anos, não é apenas o Algarve que todos nós, algarvios, temos no coração; é o grande lar português; é a Nação, na sua realidade integral e na sua continuidade histórica; é a herança que recebemos de nossos pais e que legaremos aos nossos filhos: é Portugal.”

Júlio Dantas(in “Discursos”, Lisboa s/d, pág. 185)

Nota:  Bastaram meia dúzia de traidores invertebrados, para que estas palavras se vejam relegadas para um plano meramente histórico. A mesma História lhes dará o escarmento que mereciam mais cedo.

Vejam lá se descobrem as diferenças


Um britânico que matou a própria filha adolescente em Agosto de 2009 foi condenado à prisão perpétua nesta segunda-feira.
Gary Fisher, de 48 anos, matou a filha Chanelle Sasha Jones, de 17 anos, em um estacionamento de um pub em Cardigan, no País de Gales. Durante o julgamento na corte de Swansea, Fisher alegou que matou a filha devido a um pacto suicida.

 Ler mais aqui

O tribunal de Matosinhos condenou esta quinta-feira a 16 anos de prisão o homem que, em 28 de Maio de 2009, sufocou a filha com um cinto de roupão, a menina tinha sete anos e o crime ocorreu depois de o pai a ter ido buscar à escola e ajudado a fazer os trabalhos de casa.

Descobriram as diferenças? É esta a justiça que temos…

STOP Eurábia


O Partido Nacionalista, PVV, exclui-se do executivo municipal de Haia


O Partido Liberdade (PVV) holandês que ficou em segundo lugar nas eleições municipais que se realizaram a 3 de Março, deu um grande passo para a ascensão ao cargo de Primeiro-ministro, com tudo não irá integrar o executivo da capital.

Reclamando a todo o custo a proibição do véu islâmico em todos os edifícios municipais, o PVV perdeu a hipótese de fazer parte da coligação que dirigirá Haia, já que nenhum outro partido aceitaria tal proibição, foi com grande coragem e determinação que o PVV manteve a sua luta, sem se vergar ao politicamente correcto.

“Passeiem pelas ruas e vão ver ao que chegámos. Já não parece que estamos no nosso país. Em menos de nada, vamos ter mais mesquitas do que igrejas”, afirmou o líder do Partido para a Liberdade  há dois anos, explicando assim porque seria bom darem dinheiro aos muçulmanos holandeses para se irem embora da Holanda. É sobretudo com esta retórica que Wilders ganha votos; porque milhões dos seus compatriotas partilham do mesmo sentimento de ameaça por parte de uma cultura estrangeira.

Oh Bandeira de Portugal…!


Fonte: Longe é a lua de Rogéria Gillemans, a não perder

Sinto o teu ressonar no meu ouvido;
Como sino ardente!
E no coração o teu murmúrio,
que é arrulho de dor!

Sinto que fulgura com ardores,
a glória das tuas cores…!
Feitas de fogo, esperança,
heroísmo e ideais!

A Bandeira, sonhamo-la imortal!
A flutuar aos ventos da esperança…!
Vivemo-la desde criança;
Queremo-la e amamos como nossa!
Com supremos arrebatos de fervor,
e união!

Ventos trágicos e sinistros tudo nos usurpou!
Tudo o que amamos, tudo o que era nosso!
Pai nobre, doce mãe, tíbio lugar…!
Somos orfãos, erramos dolorosos peregrinos;
Por insólitos caminhos do azar que nos ficou!

Só tu Bandeira! Ficas-te só tu!
Que nunca morras!
Tu és a alma da Pátria;
Debaixo do céu, e sobre o mar!
És o símbolo da nossa idade,
que impõe ao mundo a nossa existência,
e a nossa verdade!

A Bandeira tremula aos ventos,
a nossa história!
No alto do madeiro carcomido do quartel,
do torreão…!
Que soldado há jurado sob ela,
converter-se em herói Pátrio!
P’ra defender até ao último girão,
a honra da Nação!

Poema de, Rogéria Gillemans

Projecto HAARP (II)


Depois daquilo que vos disse sobre o Projecto HAARP e das acusações feitas por Hugo Chavez, (Ler Aqui),  a agência económica Bloomberg publicou uma entrevista feita a Stephen Pierce, geólogo e director de uma companhia de perfuração Israelita, Zion Oil & Gas Inc..

 O terramoto de 12 de Janeiro de 2010, que matou mais de 150 mil pessoas no Haiti, tornou exploráveis as imensas reservas de petróleo existentes naquele país só na ilha de Hispaniola que é composta pelo Haiti e pela República Dominicana, as reservas podem ascender aos 3 milhões de barris de petróleo, além de uma imensa quantidade de gás. (Ler Aqui)

Para alem disso, existem provas concludentes de que os Estados Unidos descobriram petróleo no Haiti décadas atrás e que devido a circunstancias geopolíticas e a interesses do chamado Big Business, foi tomada a decisão de manter o petróleo haitiano na reserva para quando o Médio Oriente escasseasse.
Isto é pormenorizado pelo Dr. Georges Michel, num artigo datado de 27 de Março de 2004 em que esboça a história do Dr. Ginette e Daniel Mathurin. (Ler Aqui)